Próteses dentárias Ceipe Joinville

Próteses dentárias: o que é, modelos e onde realizar

Próteses dentárias Ceipe JoinvilleA perda de um, vários ou até mesmo todos os dentes compromete o bem-estar físico e emocional das pessoas. Apesar de uma grande parte da população brasileira apresentar perda de dentes, o problema não pode ser considerado banal. Se a falta dos dentes não for corrigida, o paciente pode ter sérios problemas como modificação da mordida, perda da eficiência na mastigação e desconforto nas articulações da boca. É que além do fator estético, a falta de dentes pode afetar a estrutura bucal e a saúde como um todo. Traz dores, desconforto e até dificuldade de ingestão e digestão de alimentos e absorção de seus nutrientes.

Se este é o seu caso, não há motivos para não buscar o tratamento adequado. Uma vez que as pessoas perdem dentes diferentes por circunstâncias diversas, existem também vários tipos de próteses que podem ser indicados para a realidade de cada paciente. Certamente uma, ou uma combinação de soluções, trará de volta um sorriso bonito, pleno e saudável.

Neste artigo serão apresentadas as melhores soluções e o que há de mais moderno entre os tipos de próteses dentárias disponíveis.

O que são próteses dentárias?

Prótese dentária é a forma de reconstruir ou substituir dentes extremamente danificados ou perdidos e, inclusive, a falta de estruturas moles ou duras da mandíbula e do palato (céu da boca). É indicada para devolver ao paciente as características e funções de uma dentição completa e saudável, reabilitando a mastigação, melhorando a estética e auxiliando a fala. A prótese dentária também é essencial para preservar a musculatura e as articulações da boca.

Tipos de próteses dentárias: Fixas e Removíveis

Os diferentes tipos de próteses dentárias podem ser divididos em fixas, quando são cimentadas no dente, e removíveis ou móveis, como as dentaduras e próteses parciais que podem ser retiradas e higienizadas diariamente. Confira as características e indicações de cada uma delas.

Próteses dentárias fixas

É uma das soluções mais empregadas para repor dentes perdidos, enfraquecidos em função das restaurações ou para substituir dentes escurecidos. O resultado fica muito parecido com um dente natural e proporciona ao paciente muito conforto e confiança. Pode ser construída apenas com cerâmica ou porcelana ou associada a uma estrutura metálica. As porcelanas mais modernas possuem aspecto extremamente natural, reproduzindo as características dos dentes, além de possuírem uma durabilidade excelente.

Há diferentes tipos de porcelana, conforme você verá a seguir:

Facetas

São finas próteses (restaurações) de porcelana ou resina composta fixadas na parte externa dos dentes, como uma espécie de revestimento, proporcionando uma aparência bem natural. Elas são usadas para corrigir falhas e trincas, dentes desalinhados, desgastados, manchados ou com espaçamento. Esta é a alternativa mais rápida para correção de posição dos dentes. Com as facetas é possível, também, aumentar o tamanho dos dentes. As facetas requerem maior desgaste para sua fixação do que as lentes de contato, sendo indicadas para dentes que possuem múltiplas restaurações, ou que a cor esteja muito alterada, escurecida.

Lentes de contato

É o que há demais moderno e rápido no mercado entre os tipos de tratamento odontológicos. O material simula o esmalte natural dos dentes, dando um aspecto bonito e natural. A lente de contato dentária é um laminado de porcelana ainda mais fino que a faceta (entre 0,3 e 0,5 mm). É indicada para eliminar imperfeições, corrigir formas, aumentar e alinhar os dentes. As lentes não prejudicam os dentes, desde que haja a indicação correta e o procedimento seja feito adequadamente.

Inlay/onlay de porcelana (coroas parciais)

Chamadas também de restaurações indiretas, as coroas parciais podem ser inlay ou onlay. A diferença entre elas é que a inlay não envolve as cúspides (pontas dos dentes), enquanto a onlay sim, envolve a recuperação de uma cúspide ou mais. Tratam-se de restaurações feitas fora da boca. A partir de uma moldagem é confeccionada em laboratório uma restauração que será cimentada na cavidade dentária, seja por lesão de cárie ou substituição de restaurações amplas deficientes. A coroa parcial pode ser confeccionada em resina composta ou porcelana.

Coroa

As coroas dentárias ou overlay são fixas, cimentadas no dente. São utilizadas para cobrir uma parte da coroa de um dente danificado ou cobri-lo completamente. Além de proporcionar maior resistência ao dente, a coroa pode ser utilizada para melhorar a aparência, o formato ou alinhamento dos dentes. Pode ser indicada para substituir uma grande restauração quando não restar muita estrutura do dente, proteger um dente enfraquecido por fraturas, restaurar um dente já fraturado, cobrir implantes dentários ou dente descolorido ou deformado e cobrir um dente que tenha passado por tratamento de canal.

Prótese fixa sobre dente

As coroas podem ser adaptadas sobre o dente, se houver estrutura dentária suficiente para receber essa prótese.

Prótese fixa sobre implante

Muitas vezes a prótese fixa precisa ser feita sob implantes. Isso ocorre quando o dente foi completamente perdido.

Protocolo Dentário (Dentadura Fixa)

A dentadura fixa é rígida e imóvel, o que permite uma mastigação semelhante à dos indivíduos com dentes naturais. Promove uma união estável aos ossos da arcadas dentárias através dos implantes dentários ósseo-integrados. É preciso realizar exames de sangue e tomografias, para selecionar os implantes mais compatíveis com a qualidade e quantidade de osso existente nas arcadas. Após a cirurgia, é preciso aguardar alguns meses até que os implantes estejam rigidamente integrados ao osso (ósseo-integração). Passada essa etapa, são confeccionadas as dentaduras fixas sobre os implantes dentários instalados.

Próteses dentárias removíveis

As próteses removíveis podem ser totais ou parciais. Podem ser de acrílico ou de um material mais moderno (flexite), dispensando o uso de grampos metálicos, que geralmente comprometem a estética e com ótima adaptação. Como o próprio nome sugere, a prótese flexite é confeccionada com resinas termoplásticas, um material flexível que pode ser facilmente dobrado, porém muito resistente.

Prótese Total

A famosa “dentadura” é indicada para pacientes que, por traumas ou doença periodontal, perderam todos os dentes. A prótese total é uma solução rápida e prática para recuperar a estética e a função da mastigação. Feita com base na anatomia da boca e do maxilar da pessoa, a peça é encomendada sob medida em um laboratório especializado. Como ela só fica apoiada na mucosa, ou seja, na gengiva, pode ser retirada e recolocada novamente na boca. Por ser removível, facilita a higienização. Para preservar a saúde bucal do paciente, ela precisa ser substituída periodicamente em função do desgaste do material e das alterações da boca com o passar do tempo.

O sucesso deste tratamento está relacionado a quantidade de osso remanescente e da qualidade do tecido mole (gengiva) que reveste esse osso. Por isso, as próteses totais podem ser adaptadas sobre a mucosa (gengiva), ou seja, totalmente encaixadas, mas soltas. Também podem ser feitas sobre implantes de encaixe, onde a dentadura fica presa, mas é possível encaixar e desencaixar para fazer a limpeza.

Prótese Parcial Fixa

As próteses parciais fixas são utilizadas para restaurar ausências de peças dentárias entre os dentes naturais ou entre implantes dentários. É indicada quando a pessoa perdeu dois ou até seis dentes naturais, com um espaço protético não muito grande e que tenha pelo menos dois dentes que podem ser usados como suporte – um posterior e um anterior ao espaço protético. Essa condição é necessária porque essas próteses são apoiadas nos dentes vizinhos, que são desgastados para recebê-las, unindo os dentes e fazendo com que não seja possível removê-las para a escovação, por exemplo. Normalmente são feitas de metal revestido com porcelana

Prótese Parcial Removível

É uma das soluções indicadas quando permanecem alguns dentes naturais preservados. Ela serve para recompor estruturas dentais quando a confecção de uma prótese dental fixa não é viável, no caso de perda de maior extensão de dentes. Popularmente conhecida como ponte móvel, possui uma armação metálica com dentes artificiais e é fixada na boca do paciente através de uma espécie de grampo de metal. Ela pode ser removida para uma melhor higienização. Também é uma possibilidade provisória quando o paciente não tem condições, seja por causa da sua saúde ou até pela questão financeira, de fazer um procedimento mais definitivo, como a colocação de implantes fixos.

Como escolher uma clínica de próteses dentárias?

Você nem imaginava a quantidade e os diferentes tipos de próteses dentárias disponíveis, não é mesmo? Mas tão importante quanto saber qual é a melhor solução para o seu caso, é procurar uma clínica que seja especialista em Prótese, Implantodontia e Dentística (estética bucal). Assim você terá certeza de que fez a melhor escolha para um resultado estético, funcional e duradouro.

Referência em odontologia há duas décadas, o CEIPE busca não apenas tratar a saúde bucal dos pacientes, mas também proporcionar um estado de bem-estar geral, com um atendimento individualizado. Para isso, utiliza os mais modernos equipamentos e materiais.

Sua equipe de especialistas está em constante atualização e participa de congressos nacionais e internacionais para trazer o que há de mais moderno em odontologia restauradora e estética. Tudo para aprimorar o atendimento e os serviços para uma avaliação completa das necessidades dos pacientes e indicação do melhor tratamento.

Deseja saber qual a melhor solução de prótese dentária para seu caso? Faça um contato com a nossa equipe e agende sua primeira consulta com um de nossos especialistas. Basta clicar aqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *